ESTÉTICA ÍNTIMA - UM RESGATE DE AUTOESTIMA, SEXUALIDADE E AUTOCONHECIMENTO - Dra. Gisele Salgado

Estética Íntima

Um resgate de auto estima, sexualidade e autoconhecimento

 

O Brasil lidera o ranking de países que mais realizam cirurgias íntimas, segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (ISAPS), que diz respeito aos procedimentos cirúrgicos para corrigir disfunções estéticas ou funcionais na vagina.

            Segundo a matéria publicada em abril de 2015 no site UOL, cujo título “Mulheres contam como a plástica vaginal mudou suas vidas” (Oliveira; Sandoval, 2015)uma mulher afirma que tinha “problemas” com seus pequenos lábios e que tinha vergonha de usar biquíni porque “marcava na calcinha”. Outra mulher lembra que sentia dores durante a relação sexual e quando tinha de ficar sentada durante um longo período “chegava ao destino toda dolorida. Eu tinha de ajeitar o lábio para dentro para amenizar”.

            Esses dados nos levam a refletir como a insatisfação com essa região do corpo afeta a vida pessoal e principalmente sexual de diversas mulheres. Assim, muitas mulheres passaram a priorizar o cuidado com a genitália, procurando alternativas que possam solucionar suas queixas íntimas.

            Mas sabemos que não existe genitália perfeita, não é mesmo?

            O artista inglês Jamie McCartney, em 2011, criou o The Great Wall of Vagina (Grande Mural da Vagina), onde 400 modelos diferentes de vaginas esculpidas em gesso, tiradas diretamente de voluntárias, evidenciou que cada vagina tem um formato próprio, particular, com suas características que a definem como sua “impressão digital”, bela em sua plenitude, assim como é.

                                                                                                     

Mas é possível recorrer a procedimentos estéticos que cuidam do Embelezamento da área íntima. E é aí que nosso papo realmente começa. O que a Estética Íntima pode fazer por fazer, além de elevar sua autoestima e te estimular ao autoconhecimento?

Corrigir algumas das principais queixas que compreendem:

  • escurecimento da área íntima
  • flacidez de grandes e pequenos lábios
  • rejuvenescimento íntimo (estímulo de colágeno)
  • preenchimento dos grandes lábios
  • remodelamento do monte de vênus (“Capô de Fusca”)
  • exercícios de fortalecimento do assoalho pélvico
  • melhora da incontinência urinária de esforço
  • Toxina botulínica (Botox) para sudorese excessiva na região inguinal

Para definir o melhor tratamento, é essencial uma avaliação clínica minuciosa, bem como exame físico para avaliar se a disfunção estética que tanto te incomoda tem indicação clínica através de procedimentos não invasivos ou minimamente invasivos.

Um breve exemplo é a queixa de flacidez de grandes lábios, onde a aplicação de radiofrequência, através de sessões programadas, é capaz de remodelar o colágeno já existente e estimular a produção de novas fibras, trazendo aparência mais firme e rejuvenescida à genitália, que fica com aspecto mais jovem. Assim, muitas mulheres relatam o resgate da autoestima, melhorando a vida pessoal e principalmente sexual. O procedimento é totalmente indolor, rápido e absolutamente seguro.

A estética íntima vem alcançando cada vez mais espaço e conhecimento, sendo uma grande coadjuvante na melhora da autoestima e empoderamento feminino.

 

GISELE SALGADO

Contato: 21 98670-9755

https://www.facebook.com/icibeauteniteroi/