MITOS E VERDADES SOBRE OS OVOS - Deborah Cotrofe - Segurança Alimentar

Mitos e Verdades sobre os Ovos.

A coluna desse mês é toda sobre os mitos e verdades sobre os ovos!! Afinal, quem nunca disse “o ovo vermelho é mais saudável do que o branco”, ou “vou comprar o ovo vermelho porque ele é caipira”!? Então vamos esclarecer algumas informações hoje e te ajudar no momento da sua compra.

1º) O ovo vermelho é mais saudável? O que determina se o ovo vai ser de casca branca ou vermelha é a raça da galinha, e isso não influencia na sua qualidade. Então, um ovo vermelho não é mais saudável do que um ovo branco!

2º) Ovo vermelho é caipira? Ovo vermelho não é sinônimo de ovo caipira! Para receber tal classificação, vai depender do sistema de criação da galinha. Logo, um ovo branco também pode ser um ovo caipira.

3º) A gema ter uma coloração mais intensa significa que o ovo é melhor? A intensidade da coloração da gema varia de acordo com a alimentação da galinha. Uma alimentação mais rica de carotenóides gera um ovo com gema mais avermelhada. Esse pigmento está presente em várias frutas, legumes e verduras, o maior exemplo é o milho. Ele também existe na forma sintética e pode ser adicionado à ração. Logo, um ovo com a gema mais avermelhada não significa ser um ovo caipira. Mas atenção, ovos com a gema bem avermelhada não são artificiais, e o pigmento que é adicionado à ração não é prejudicial à saúde.

4º) Quais são as diferenças entre os ovos convencionais, orgânicos e caipiras?

- No sistema convencional a galinha é criada em gaiolas e come ração balanceada. Essas galinhas sofrem debicagem, que é um corte da ponta do bico, para evitar canibalismo, que elas biquem seus ovos e que haja desperdício da ração. Se a galinha de ovo vermelho é criada nesse sistema ela também sofrerá debicagem.

- No sistema caipira as aves devem ser criadas soltas, em um galpão, com acesso ao pasto para expressarem seu comportamento natural, e não sofrem debicagem. Elas podem receber ração, mas a alimentação deverá ser de origem vegetal, sem pigmentos sintéticos.

- No sistema orgânico a criação é parecida com a caipira, mas com ressalvas. Os animais também são criados soltos, sem debicagem, porém há mais restrições quanto à alimentação. As aves não podem ser alimentadas com grãos transgênicos, com suplementos sintéticos, nem poderão ser tratadas com antibióticos.

No rótulo do produto deve conter se o ovo é convencional, orgânico ou caipira, e sabendo dessas informações, agora você pode escolher seus ovos com conhecimento e de acordo com o sistema que mais se identificar.

5º) Atualmente diferentes tipos de ovos estão disponíveis nos mercados, alguns com tamanhos maiores do que o convencional, e outros com adição de substâncias. O tamanho e peso dos ovos aumentam conforme a idade das aves. Aves mais velhas colocam ovos mais pesados e maiores. A nutrição, seleção de raças e melhoramento genético também influenciam nesses parâmetros. Além disso, existem ovos com vitaminas e ômega disponíveis para a compra. Para isso ser possível, as galinhas recebem uma alimentação enriquecida, são criadas em gaiolas (criação convencional) e alimentadas com uma ração balanceada e acrescida dos elementos que se deseja obter no ovo.

6º) Após a escolha dos seus ovos, você deve conservá-los corretamente. Dúvidas frequentes são:

- Posso manter fora da geladeira? O ovo mantido fora da geladeira perde sua qualidade, envelhece mais rápido. Conforme envelhece, a entrada de microrganismos prejudiciais à saúde se torna mais fácil, pois as barreiras internas naturais que protegem o ovo se enfraquecem, por isso aconselha-se armazená-los em geladeira. Se a sua geladeira possui o suporte com proteção na porta, ou se for do modelo moderno com o suporte localizado no interior do equipamento, pode armazenar com segurança. Entretanto, se ela for do modelo antigo com o suporte na porta sem proteção, recomendo utilizar um recipiente e guardá-lo no interior da geladeira.

- Devo lavá-los? Não é aconselhável lavar o ovo, pois a casca possui vários poros que são recobertos e fechados por uma fina película externa (cutícula). Quando lavamos o ovo essa proteção é removida, facilitando a entrada de microrganismos. Em caso de muitas sujidades na casca, você pode utilizar um pano/perfex/papel úmido para a limpeza.

7º) Para garantir a qualidade do seu ovo, você deve sempre verificar a limpeza das cascas, a validade, selo de inspeção e os dados do fornecedor presentes na embalagem. Uma dica extra para te ajudar nessa confirmação da qualidade é um teste muito usado principalmente por donas de casa, para verificar a qualidade dos ovos antes do uso! Não posso afirmar que o teste seja 100% seguro, mas todas as vezes que eu apliquei funcionou! Em uma vasilha com água deposite seus ovos, e três possíveis situações podem ocorrer:

- O ovo que afundar está fresco, e por isso apto ao consumo;

- O ovo que levanta um pouco, não está tão novo, mas pode ser consumido;

- O ovo que boiar, está impróprio ao consumo e por isso pode ser descartado. Ao assistir o vídeo a seguir, você vai perceber que o ovo que boiou foi levemente quebrado e constatamos a sua deterioração!

Para mais informações e dicas como essas, siga o meu perfil no instagram @debinforma, e lembre-se tem sempre um médico veterinário cuidando da sua saúde.

Contato: 21 99921-8399

Facebook: MedVet Deborah Cotrofe

Instagram: debinforma