VOCÊ CONHECE A CAMPANHA JANEIRO BRANCO? - Nala Rizzo - Psicóloga

Bem-vindo a Janeiro! E antes de mais nada, um feliz ano novo! Iniciando o novo ano já começamos a pensar nos nossos desejos e sonhos para 2020, mas será que você já parou para pensar que para conseguir realizá-los é necessário que esteja emocionalmente bem? Será que nesse rascunho de metas e prioridades o cuidado com a sua saúde mental consta nele? Bom, falando nisso, você conhece a Campanha Janeiro Branco?

O Janeiro Branco é uma campanha ao estilo da Campanha Outubro Rosa e da Campanha Novembro Azul. O seu objetivo é chamar a atenção das pessoas para o cuidado com a sua saúde emocional, a pensarem no sentido e o propósito das suas vidas, a qualidade dos seus relacionamentos e o quanto elas conhecem sobre si mesmas, suas emoções, seus pensamentos e comportamentos.

A Campanha nasceu em Janeiro de 2014, em Uberlândia - MG e espalhou-se por todo o Brasil e alguns outros países do mundo, como Angola, Japão, Colômbia, Estados Unidos, Portugal e Holanda. No Brasil, virou Lei Municipal e Lei Estadual ao longo dos últimos anos, estabelecendo, oficialmente, o mês de Janeiro, porque, no primeiro mês do ano, em termos simbólicos e culturais, as pessoas estão mais propensas a pensarem em suas vidas, em suas relações, em suas condições de existência, em suas emoções, é um momento de planejar metas e mudanças e como em uma “folha em branco”, é uma oportunidade para reescreverem as suas próprias histórias de vida. É uma campanha dedicada a colocar os temas da Saúde Mental em máxima evidência no mundo em nome da prevenção ao adoecimento emocional da humanidade.

Infelizmente, na maioria das vezes, que vimos campanhas de saúde, essas em sua grande maioria são voltadas somente para o cuidado da saúde do corpo, do físico, entretanto sabemos que a saúde mental é uma parte integrante e essencial da saúde, segundo a OMS, o conceito de saúde não se restringe a ausência de doença, mas sim ao completo bem estar, físico, mental, social e eu acrescentaria também o aspecto espiritual do indivíduo.

Falar sobre saúde mental sempre foi um tabu na nossa sociedade, a história é permeada de preconceito, exclusão e violações de direito, a falta desse diálogo social, de informação, tem custado vidas (haja vista o crescente número de suicídios). As pessoas têm vergonha de assumir que não estão bem ou felizes (principalmente em tempos de “vidas perfeitas e felizes” das redes sociais), não sabem como lidar com as próprias emoções e nem como, às vezes, ajudar um amigo e/ou familiar. Trazer à tona essa temática da Saúde Mental/Emocional e colocá-la em máxima evidência na sociedade, ajuda a fortalecer uma nova cultura que valoriza a subjetividade humana e combate ao adoecimento emocional das pessoas. Isso contribui para o desenvolvimento e a disseminação do conceito de ‘psicoeducação’ que ajuda a ampliar o conhecimento a respeito das questões emocionais.

Durante este mês de janeiro, em Niterói, estarei junto de outros colegas psicólogos, demais profissionais da área da saúde e também colaboradores que se interessam pelo tema de uma sociedade mentalmente mais saudável, realizando algumas ações de conscientização do Janeiro Branco. A primeira será no dia 18/01 a partir das 9h na praia de Itaipu e depois no dia 25/01 na praia de Icaraí. Venha se juntar a nós! “Quem cuida da saúde mental, cuida da vida! ’’

 

Nala Rizzo G. Alexandre

Psicóloga Clínica e Hospitalar

Atendimento Presencial e Online

Foco em Ansiedade

CRP:05/35288

 @psinalarizzo

(21) 99020-2772