VOCÊ SABE PRECIFICAR O SEU PRODUTO OU SERVIÇO? - Luciana Fernandes - Contadora

Olá Empreendedores, será que você está calculando o preço do seu produto ou serviço corretamente? Saber definir o preço do serviço ou produto, é tão importante quanto a qualidade e a estratégia de marketing utilizada para comercializar os seus produtos ou serviços.

Muitos empreendedores, ficam com dúvidas se o valor estabelecido é realmente justo e competitivo.

Você já sabe o que são os custos fixos e variáveis do seu negócio?

 

Conheça os custos fixos

Os custos fixos são aqueles que como o nome indica, mantêm-se fixos independentemente do volume de produção. Dessa forma, por mais que o ritmo de produção e vendas oscile, esses valores são mais estáticos.

Enquadram-se nos custos fixos despesas como aluguel, serviços de segurança, limpeza, planos de telefonia, manutenção de equipamentos, etc...

É claro que existe uma margem de variação nesses custos, como, por exemplo, um reajuste no aluguel. No entanto, a variação dessas despesas é mínima ou só ocorre de tempos em tempos.

 

Conheça os custos variáveis

Ao contrário dos custos fixos, custos variáveis são aqueles que acompanham o ritmo de produção da empresa, sofrendo alterações conforme o tempo. O custo variável é aquele que vai mudar de acordo com o volume de vendas ou a prestação de serviços.

Quando sua empresa gasta com matéria-prima para produzir, as despesas com essa matéria-prima vão subir ou baixar conforme a demanda pelo produto.

Além do gasto com matéria-prima, as despesas com energia elétrica e água também se encaixam nesses gastos, caso sua produção esteja relacionada ao consumo de água e luz.
 

Entenda a importância em diferenciar custo fixo e custo variável

Por que diferenciar os custos entre fixos e variáveis?

Um dos motivos de separar os tipos de custos é para auxiliar no processo de precificação do seu produto ou serviço. O gestor ou empresário vai conseguir identificar quanto é gasto para produzir cada unidade do seu produto ou o valor para prestar determinado serviço.

Quanto maior a produção, menor o impacto dos custos fixos em cada produto ou serviço e maior a possibilidade de diminuição do preço final para o consumidor.

Como apresentamos, conhecer os custos fixos e variáveis e saber como administrá-los é fundamental para manter a empresa com o saldo positivo e cada vez mais próspero. 

E você, já utiliza a categorização de custos fixos e variáveis no seu negócio? Conta pra gente nos comentários!

Luciana Fernandes, Contadora e Consultora Empresarial, palestrante e colunista do Conexões Femininas.
Instagram: @consultoriafernandez
Facebook: lucianafernandesconsultoria
Whatsapp: (21) 99567-2710