GESTÃO FINANCEIRA: COBRAR DO CLIENTE É UMA NECESSIDADE!


Uma das maiores travas do pequeno empreendedor é cobrar o cliente. E como não receber pela venda de um produto ou serviço pode impactar o caixa do negócio e consequentemente toda sua estrutura, é muito importante compreender que a cobrança faz parte do negócio.
 
Em estruturas maiores, as empresas possuem uma área dedicada a cobranças. Mas também nos pequenos negócios é preciso ter um controle organizado e um processo estruturado para a realização destas. 

Alguns negócios são tão desorganizados que nem sequer sabem quais são os clientes que estão em dia e quais não estão e isso com certeza é muito ruim, pois a inadimplência nem sempre vem da má fé do cliente ou impossibilidade de pagamento, às vezes o cliente realmente esquece de uma determinada conta.
 
O dilema é grande: a empresa quer e precisa receber, mas não quer criar uma situação ruim com o cliente em relação a cobrança ou então tem vergonha mesmo de cobrar, como se estivesse fazendo algo errado.

Então vamos entender alguns pontos importantes sobre esse tema.

O primeiro deles é a questão do planejamento, visto que esse valor já estava previsto em seu orçamento e você já contava com ele para o pagamento de contas e caixa do negócio. Por esse motivo, o não recebimento irá impactar diretamente seus resultados e, sem dúvidas, o seu planejamento, ou seja, cobrar do cliente não é uma opção, mas sim uma necessidade.

O segundo ponto é a questão da clareza em relação a cobrança x entrega do trabalho. 

Alguns serviços possuem um valor base e o fato de realizar um parcelamento não possui relação com o que será feito naquele mês. Esse é um ponto que ocorre muito principalmente com serviços onde o cliente fecha um trabalho de 6 meses e se no 3º mês quiser parar acha que não precisa mais pagar, visto que já pagou 3 meses e nem sempre é assim, a carga de trabalho maior já pode ter ocorrido.

O terceiro ponto é a questão do desejo de vender ser maior do que receber de imediato. Isso faz com que o empreendedor venda um determinado item e deixe o cliente pagar depois, correndo assim um grande risco de inadimplência.
 
Mas como se organizar nessa tarefa mesmo sendo pequeno e sem se queimar com o seu cliente?
 
Processos! Processos é a palavra chave dessa engrenagem. Segue abaixo 3 dicas:

Dica 1: Crie um e-mail somente para cobrança (cobrança@xxx.com.br) ou (financeiro@xxx.com.br) para que você possa enviar sem precisar enviar do seu e-mail.
 
Dica 2: Crie um texto padrão para lembretes de pagamentos, não identificação do pagamento, pagamentos em atrasos por mais de 15 dias. (Esse texto pode ser enviado para o e-mail ou whatsapp)
 
Dica 3: Tenha o calendário de contas a pagar a receber, pois isso te ajudará a entender as datas corretas de cobrança e manter o foco na importância do cobrar, afinal de contas, você estará vendo as contas a pagar também.
 
E lembre-se! Todo mundo paga por tudo o tempo todo, não é vergonha cobrar. Isso mostra que você é um empreendedor organizado e atento aos saldos e valores a receber.
 

Instagram: @finapse_br

Telefone: (21) 98011-4233

Colunista Aline Rodrigues