O ÓCIO INSPIRADOR – Nanda Pimentel - Jornalista e Escritora

maio 08, 2020

Cada um tem e realiza o ócio que merece e, graças ao Universo, o ócio, enfim, está entrando na moda e acaba de entrar para a Quarentena.

Até então, ele era privilégio de poucos, daqueles que enfrentam o ‘jeito certo de dar certo’ colocando o ócio como uma atitude saudável, inspiradora e necessária.

Caminhamos com muitos avanços. A comunicação e a tecnologia talvez sejam, atualmente, os mais vistos e sentidos a olhos nus pelas pessoas e isso é maravilhoso.

O progresso, a conectividade, o tempo real de tudo que vivemos são imensamente necessários e inegavelmente valiosos.

Não tem preço você poder se comunicar, ver, sentir e interagir, ao vivo, a cores e na hora, com pessoas do outro lado do mundo, de forma próxima e natural. Poder trabalhar e acompanhar tudo, a qualquer momento, lugar e parte do planeta.

Mas a questão é que, no meio de tanta gente, conexão, internet e telas, encontrei um movimento que busca justamente a contramão de tudo isso. Que está voltando para casa, para o natural, para a desconexão, para longe das telas, para fora do quintal, para a real vivência, para o sentir de verdade. Que preza e prosa pelo ócio e está largando tudo para ser feliz. Sendo simples, morando longe, se aproximando de valores, princípios e experiências do tempo da vovó.

O ócio, a desaceleração, a desconexão têm sido exercícios de muito empenho e, para quem se permite, uma via de mão única, saborosa e inspiradora. Me incluo totalmente nessa, embora seja dureza conseguir praticar. O mundo te cobra e te quer em tempo real.

Mas, afinal, o que seria o ócio inspirador? Fazer nada, ou melhor, fazer algo que te inspire, mas sem cobrança. Por que temos sempre que nos sentir produtivos, ou seja, fazendo algo? O que é produtivo nem sempre é construtivo. Bingo!

Então, o ócio inspirador, além de te permitir não fazer nada e está tudo bem por isso, ainda esvazia mente e coração, reenergizando e equilibrando tudo em você.

Se isso não é importante nos dias de hoje, realmente não sei o que seria. Por isso, indico e faço votos de que ócios inspiradores precisam fazer parte da nossa rotina. 

Neste momento de isolamento social, ter um ócio para chamar de seu é privilégio e pura inspiração. Aproveite e pratique!

 

fernanda@inspiracomcomunicacao.com.br
inspiracomcomunicacao.com.br 
Celular: (21) 99494-8071