"LACTAÇÃO INDUZIDA"

Matriz Colunistas 38 300x300 1

O sonho em ser mãe está cada vez mais perto para muitas mulheres com as novas tecnologias e reprodução assistida, mas para algumas, como amamentar sem gerar? Será que consigo amamentar meu filho adotivo? Será que posso ajudar minha companheira com a amamentação de nosso filho? Ou ainda, tive problemas no início da amamentação, tive que interromper, será que consigo retomar a amamentação do meu filho?

Abaixo explico o processo de Lactação Induzida que, como já dito, é um processo que depende de desejo, ter disciplina e sempre muito amor envolvido.

O que é?

É o processo fisiológico pelo qual a lactação é iniciada em um momento não relacionado ao pós-parto imediato.

É a estimulação da produção de leite em mulheres que não engravidaram e deseja, voltar a amamentar.

Indicações: – Mães adotivas
– Mães de barriga solidária
– Mães homoafetivas
– Mães que interromperam o aleitamento e desejam voltar a amamentar

Benefícios: – Propicia uma melhor interação entre a mãe e o bebê
– Benefícios emocionais para a criança
– Contato pele a pele com o bebê
– Benefícios nutricionais para o bebê
– Satisfação emocional para a mãe

Ações: – Uso de medicações (hormônios, galactogogos e ervas)
– Estimulação com bomba elétrica

Obs: os protocolos são aplicados antes da chegada do bebê e as medicações devem ser prescritas pelo obstetra. O objetivo é simular, através da ação hormonal, a gestação, o parto e a ¨saída da placenta¨. A escolha do método é individual, estudando cada caso separadamente. Não se pode afirmar a quantidade de leite e em quanto tempo o leite será produzido.

Referência: Tratado do especialista em Cuidado Materno-Infantil com enfoque em Amamentação – Dra Tatiana Vargas Castro Perillo

Lidia BrandãoFonoaudióloga e Consultora de AmamentaçãoCRFa 9982-RJTelefone: (21) 987725070Instagram: @lidiafono

 

Compartilhar

WhatsApp
Facebook
  • Ainda não há comentários.
  • Adicione um comentário