"A RESPONSABILIDADE É SUA"

Matriz Colunistas 2022 03 16T204718.752 1024x1024 1

Quem escolhe o que você come?

Talvez você não soubesse – mas agora você sabe. Você, e somente você tem o poder de decisão nas mãos. Se você não toma essa decisão conscientemente, sabe quem está decidindo por você?

(Pausa dramática)

Pode ser a rede social, onde aparece aquele anúncio bem na hora da fome. Ou talvez o cheiro no ar quando você passa em determinado local. Ou ainda o local onde o produto alimentício está exposto no supermercado, a cor das embalagens, o design. Não se engane: se você não escolhe, alguém está escolhendo por você. E essas pessoas são especialistas em algoritmo, em neuromarketing, em gatilhos mentais, em neurovendas, em anúncios online, em marketing, em pixel, em copywriting ….

É possível que você nunca tenha ouvido falar nesses termos, mas eles fazem parte do estudo do comportamento de consumo, há muitos anos. Eu por exemplo nunca vi alguém fazendo propaganda de arroz, feijão, maçã, chuchu – você já?

Quem decide a quantidade de água que você toma por dia? Quem é que determina se você vai ou não praticar atividade física hoje? O excesso de informação paralisa, se lembra? Somos tão bombardeados de informações todos os dias, às vezes incongruentes e desencontradas, que ficamos na dúvida do que fazer e quem seguir. Paralisa. Ficamos na mesma, não decidimos nada. São tantas opções, que ficamos confusos e não decidimos nada. Mas se lembre: se você não decide, alguém está escolhendo por você. E é você quem colhe o resultado lá na frente.

Está na hora de clarear essa confusão. Os passos são simples. Não são fáceis, mas são extremamente simples. Primeiro: assuma que a responsabilidade é sua sim. Entenda qual é a sua parte nessa decisão – sua saúde, alimentação, movimentar-se, o que você fala, a água que você bebe, o que está verdadeiramente ao seu alcance; tudo isso você pode controlar. Depois, determine. Determine o que você quer para você. Aqui pare e pense: o que você está fazendo hoje, está te aproximando ou te afastando desse seu objetivo? Agora, planeje. O planejamento é fundamental quando se trata de um hábito ou comportamento novo. Não fique esperando aplausos ou recompensas. Por fim, execute. Não precisa esperar segunda-feira, o mês que vem, o susto nos exames clínicos.

Observe agora quais são os seus pensamentos: há uma grande possibilidade que eles estejam nesse exato momento criando diversas desculpas e objeções. Ah, não tenho tempo. Eu sou assim mesmo. Sou muito ocupada. Para ela é fácil falar, ela não sabe como é a minha vida.

Acertei?  E o que mais apareceu aí na sua mente em forma de historinhas? E até quando você vai se deixar levar por elas?

Talvez você não soubesse – mas agora você sabe. Não se deixe para depois.

Vivian Szterling

Nutrição Emocional e Comportamental

Ansiedade e Saúde Emocional da Mulher

Meditação e Mindfulness

21 99809 8161                   @vivian_vivavida                          [email protected]

Niterói RJ e Online

Compartilhar

WhatsApp
Facebook
  • Ainda não há comentários.
  • Adicione um comentário