"FALANDO SOBRE ESTRESSE!"

Matriz Colunistas 2022 03 10T205654.324 1024x1024 1

Você sabia que o estresse é um mecanismo primitivo e antiquíssimo?

Surgiu como uma maneira de preparar o organismo para as situações de perigo na selva. Seu objetivo é preparar o corpo para deixar em situação de lutar ou fugir. Ele esquenta os motores da musculatura e, no cérebro, substitui a sensação de tranqüilidade por agitação nervosa. Sob o efeito do stress, as glândulas descarregam uma torrente de substâncias químicas no organismo: o cérebro, os pulmões, o estômago – tudo isso passa a funcionar em outro ritmo.

Quando o estresse é crônico, as substâncias, que geram a reação de defesa acabam nos intoxicando. O estômago funciona como se estivesse prestes a digerir uma presa, liberando cachoeiras de suco gástricos e enzimas digestivas. Os ácidos estomacais, fortes o suficiente para fazer um buraco no tapete, causam o quadro conhecido pelos gastrenterologista como “úlcera de estresse“ .

A pressão arterial, que sobe drasticamente, faz com que os vasos sanguíneos percam a flexibilidade e endureçam, favorecendo a arteriosclerose. A balbúrdia provocada no organismo ainda pode favorecer o surgimento de diabete, derrames, depressão e até mesmo o câncer. Não há dúvida de que existe uma estreita relação entre o estresse e patologias diversas.

A química do estresse não é em si, responsável pelas doenças, ela reduz a resistência do organismo e favorece o surgimento de enfermidades para as quais a pessoa tem tendência genética.

A ciência tem mostrado desde 1945, não somente a importância do descanso profundo, mas de que forma inata e por instinto de sobrevivência precisamos relaxar, parar, dedicarmos um tempo do nosso dia para o autocuidado.

E é através da prática de relaxamento, uso de óleos essenciais, massagens, que podemos buscar esses momentos e aprender a aquietar a mente.

O que falta para você começar a introduzir esse bem-estar na sua rotina?

Iza Sales
21 97195-8721
https://izasalesbemestar.com.br/
Instagram:@_iza_yoga

Compartilhar

WhatsApp
Facebook
  • Ainda não há comentários.
  • Adicione um comentário