"A CELEBRAÇÃO DAS PÍLULAS MÁGICAS"

Matriz Colunistas 2022 07 14T193454.968

Assim como a água no curso de um rio, tendemos a nos adaptar pelo caminho. Buscar o trajeto mais curto e que demande o menor esforço. Não me entenda mal, mas a verdade é que o ser humano é moldado para ser inerentemente preguiçoso. É uma questão de adaptação evolutiva – precisamos sobreviver a qualquer custo, é o que o nosso cérebro primitivo entende.

Para sobreviver a qualquer custo, eu, um ser humano, preciso gastar o mínimo de energia possível. Afinal, o nosso sistema genético e fisiológico foi sendo selecionado evolutivamente há milhares de anos, quando não existia a facilidade de alimentação que temos hoje. E a alimentação, você já deve imaginar, é o combustível da nossa existência. Não em um nível filosófico, e é aí que muitos se confundem. A alimentação é, fisicamente, o combustível para a nossa existência.

Em um certo momento da evolução de nossa espécie, obter alimento era altamente custoso. Era necessário caminhar longos percursos, criar estratégias – e ferramentas! – para caçar, driblar animais perigosos para poder coletar. Ao ter êxito nessa busca, o indivíduo se alimentava, tinha um aporte energético alto, de uma vez. No entanto, não podia armazenar aquela comida. Não tinha como. Na melhor das hipóteses, ia estragar. Na pior das hipóteses, esse alimento raro ia ser cobiçado por outros seres e roubado de você.

O corpo então entende que precisa preservar ao máximo aquela energia dentro de si. Estocar. (Sim, ainda é esse mesmo sistema que hoje nos leva à obesidade). E, é claro, minimizar os gastos.

Eis que hoje temos comportamentos que perpetuam essa mesma genética e evolução cultural. Não queremos gastar energia à tôa. Sim, dá trabalho, requer um esforço consciente, e o cérebro está lá te questionando: tem certeza? Levantar daí pra que? Tá tão bom ai sentado quieto, no sofá. Vivemos em busca do prazer e fugindo da dor. O prazer deve ser instantâneo e imediato. Queremos a recompensa, e precisa ser agora. São seus neurotransmissores e toda a circuitaria do seu cérebro que vão moldando o seu comportamento.

Na vida prática, esse prazer imediato faz com que, por exemplo, alguém passe horas sentado, apenas rolando o dedo pelo celular, ao invés de se levantar e ir movimentar o corpo, cozinhar uma comida nutritiva ou mesmo se preparar para ter um sono de qualidade. São esses pequenos picos de prazer imediatos que nos consomem e nos impedem de olhar mais adiante para o horizonte: para uma recompensa maior que eu posso vir a ter lá na frente, caso eu saiba driblar esses sistema imediatista. Você sabe que comer bem com frequencia te fará mais saudável a médio e longo prazo. Você sabe que movimentar o corpo com constância te fará ter uma melhor saúde mental, emocional e física. Você sabe que ter um sono de qualidade te fará acordar com mais disposição e melhorar o seu humor no dia a dia, o que fará com que o seu tempo seja mais bem aproveitado, seu relacionamento com as pessoas ao seu redor melhore (quem já conviveu com uma pessoa mau humorada entende o que estou dizendo). Mas mesmo assim, nos deixamos consumir pela procrastinação. Por que, mesmo sabendo que nos trará prejuízos, muitas (e muitas) vezes, escolhemos o mais rápido e fácil?

A tendência é acreditar no atalho. Na pílula mágica que dê um resultado imediato, sem esforço nenhum. Agora vem o contraponto que nos coloca como seres humanos, o nosso grande diferencial em relação aos outros animais. O uso da lógica, do fator crítico, o córtex pré-frontal em nosso cérebro. O conhecimento nos mostra que o resultado vem do esforço consciente e direcionado. Um esforço que requer sim gasto de energia, porém com foco e direção. São os pequenos hábitos, em persistência e constância, que me trazem o resultado que eu quero. Em médio ou longo prazo, e não exatamente nesse instante.

 

Procrastinação e preguiça podem não ser, evolutivamente, sua culpa. Mas veja que, a partir de agora, é sua responsabilidade. O conhecimento liberta.

 

Você está presente? Viva, a vida.

 

[bsa_pro_ad_space id=1]

 

Vivian Szterling

Mindfulness, Comportamento e Estilo de Vida

Ansiedade e Gestão do Stress

Terapia com hipnose cognitiva clínica

21 99809 8161                   @vivian_vivavida                          [email protected]

Niterói RJ e Online

Compartilhar

  • Ainda não há comentários.
  • Adicione um comentário